Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

5 dicas para você melhorar a segurança em seu condomínio

Para que a sensação de segurança no condomínio seja verdadeira e não apenas um sentimento, são necessários alguns cuidados.

Com o rápido, constante e visível crescimento da criminalidade no Brasil, é visível o aumento do número de condomínios nas cidades do país. Um dos motivos para isto acontecer é a busca por segurança. No condomínio, as crianças podem brincar livremente e é uma boa opção para quem precisa viajar por muito tempo. Mas para que a sensação de segurança no condomínio seja verdadeira e não apenas um sentimento, são necessários alguns cuidados. E engana-se quem acha que garantir a segurança do condomínio é uma tarefa do síndico apenas.

Pensando nisso, reunimos cinco dicas para que você melhore a segurança em seu condomínio. Confira:

1 – Capacite e os porteiros 

Os funcionários do condomínio, principalmente os da portaria, devem estar orientados quanto ao comportamento que eles devem seguir para manter a segurança do condomínio
Oriente para que os mesmos:
- evitem distrações;
- não comentem os hábitos dos moradores
- realizem o controle de entradas e saídas dos visitantes do condomínio;
- sigam um checklist de procedimentos sempre à risca.

2 – Cuidado com as chaves

Somente os moradores e proprietários de unidades devem ter as chaves de acesso ao condomínio. Ou seja, terceiros não devem ter as chaves do condomínio. Quando algum dos moradores perder a chave ou houver uma demissão de funcionários conflituosa, sugere-se que uma nova chave seja feita.

3 – Controle a entrada de visitantes e prestadores de serviço

Inclua na portaria ferramentas que auxiliem a identificar, autorizar e liberar visitantes e prestadores de serviço no condomínio. Além disso, é de extrema importância que sejam registradas entradas e saídas do condomínio. Para isso, você pode utilizar uma planilha de controle de visitantes ou um sistema para gestão de condomínios .

4 – Tenha normas de segurança 

Crie um documento com todas as normas de segurança do condomínio com o objetivo de informar como os moradores podem ajudar na proteção do condomínio em sua rotina. Após, cole o documento nas áreas comuns do condomínio, elevadores e envie para todos moradores e funcionários. No link a seguir você pode fazer o download gratuito de um modelo de normas de segurança para condomínios .

5 – Invista em equipamentos de segurança 

A função de porteiro é facilitada quando o funcionário tem a sua disposição câmeras de segurança e sistemas que controlem a entrada e saída de visitantes. Estes equipamentos podem não ser baratos em um primeiro momento e por isso não serem bem recebidos pelos moradores. Entretanto, o síndico deve explicar a importância deste investimento.

Todas essas ações devem ser relembradas no dia a dia do condomínio e, principalmente, nas reuniões da assembleia. Deixando claro sempre que a segurança do condomínio não é um dever apenas do síndico, mas sim de todos os moradores.

Website: http://www.townsq.com.br

Fonte: http://www.segs.com.br

Encontre-nos no facebook