Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Aprenda a escolher a cortina ideal para a sua cozinha

Peça preserva a privacidade dos moradores, protege o ambiente do sol e ainda o deixa charmoso

A cozinha é o cômodo mais despretensioso da casa. Ambiente em que os moradores investem menos quando se trata de decoração, mas que pode ter detalhes que identifiquem de cara o estilo do dono. Adotar cortinas para cozinha  é um passo importante para que ele ganhe personalidade.

A peça só traz vantagens: preserva a privacidade dos moradores que circulam na cozinha, protege o local do sol e ainda o deixa mais charmoso. “O ideal é sempre escolher produtos que sejam de fácil limpeza”, orienta a arquiteta Vivian Coser.

As cortinas podem ser de vários tipos. O importante é que a escolhida seja adequada à janela da cozinha e ao seu dia a dia também. Antes mesmo da instalação, fique atento ao comprimento da cortina. Ela não deve atrapalhar o trabalho na bancada.

cortina_ideal

Saiba quais são esses tipos de cortinas para cozinha:

Varão: é a mais comum nas cozinhas. Consiste em um varão de madeira ou metal, com argolas, ilhós ou alças que servem de suporte ao tecido das cortinas. É prático para abrir e fechar. Outra vantagem é que o tecido pode ser facilmente removido e lavado. O dono da casa pode ainda variar na estampa e tecido.

Persianas: bastante utilizada nesse ambiente, aparecem horizontais ou verticais, com lâminas de madeira, PVC e ainda metálicas. São fáceis de limpar e deixam passar luz e ventilação necessárias ao cômodo. Podem ser compradas em lojas de pronta entrega ou encomendadas.

cortina_cozinha

Telas: é possível usar tela solar, que são laváveis e se comportam muito bem na cozinha. A peça também é antiestática, ou seja, não haverá problema com absorção de sujeira, requisito essencial em um ambiente como a cozinha, em que há gordura e fumaça. Além disso, essa opção dribla a passagem de luz e ajuda a compor a decoração do espaço.

Rolô: assim como a tela é bem fácil de limpar por ser formada por um único tecido, que pode ficar completamente aberto, recolhido ou à altura que o morador desejar. Algumas cortinas desse tipo seguram os raios UV, que geralmente “queimam” móveis e pisos.

cortina_para_cozinha

Romana: esse tipo de peça é conhecida por suas linhas horizontais no tecido, quase sempre liso, geralmente feito à base de poliéster ou fibras naturais. Assim como o rolô, pode ficar aberta conforme a vontade do morador. A limpeza deve ser feita com um simples espanador de pó.

cozinha

Fonte: ImovelWeb

Encontre-nos no facebook