Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Aprenda a regar as plantas em períodos de economia de água

Realizar a manutenção em dias alternados é uma das medidas mais eficazes para evitar o desperdício

Em tempos de economia de água e ameaça de racionamento, como ocorre atualmente no estado de São Paulo, qualquer desperdício pode comprometer o abastecimento das cidades. E para manter as plantas bonitas e, ao mesmo tempo, evitar o uso desnecessário da água, umas da soluções é diminuir a quantidade de regas por semana, conforme orienta a arquiteta e paisagista Daniela Sedo.

Dê preferência ao regador na hora de molhar suas plantas (Fotos: ThinkStock)

“No caso de jardins já prontos e que são regados todos os dias, pode-se reduzir a rega para três vezes por semana; já os que normalmente eram regados em três dias alternados, dá para eliminar um dia e regar apenas duas vezes na semana. Assim as plantas recebem a água necessária sem prejudicar o reservatório de água”, sugere a especialista.

A Sabesp, companhia responsável pela distribuição de água em São Paulo, aconselha o cidadão a utilizar um regador para molhar as plantas, e não a mangueira. Dessa forma dá para evitar o consumo de 186 litros a cada 10 minutos de torneira aberta.

Durante o verão é possível economizar ainda mais se a rega for feita de logo cedo, pela manhã, ou à noite, o que reduz a perda por evaporação. Já no inverno esse processo pode ser feito dia sim, dia não, pela manhã.

Fonte: ZAP Imóveis

Encontre-nos no facebook