Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Atenção ao pintar grades e portões

Sabe como ter um portão com a sua cara e ainda resistente aos danos causados pela exposição ao sol e chuvas ? A pintura correta vai ajudar na durabilidade e beleza. Já a escolha da cor está ligada ao seu gosto, mas pode denotar algo bem além e demonstrar seu estilo de vida. Este artigo traz informações valiosas para auxiliá-lo a entender melhor sobre como ter um bom acabamento na porta de entrada da sua casa e ajudar na escolha da cor. Veja só.

Portão!

A melhor tinta para seu portão

portão

Toda tinta feita à base de água não é recomendada para ser usada. Elas não oferecem proteção contra o sol e a chuva e geralmente não são resistentes à lavagem. O melhor mesmo é encontrar as tintas feitas a partir de solventes, que são os esmaltes e o verniz.

Em geral, essas tintas demoram para secar e possuem forte odor. Alguns fabricantes estão produzindo novos produtos, com secagem mais rápida e um cheiro mais fraco. Verifique sempre na embalagem, e confira com o vendedor ou profissional de confiança.

As tintas esmaltes podem ter acabamento fosco, alto brilho e acetinado. Em geral, o fosco mostra mais a sujeira, já o alto brilho pode ser cansativo aos olhos e o acetinado acaba sendo o meio termo e mais indicado para um acabamento bonito e prático.

No caso do verniz, o tradicional é o transparente. Mas, se você quer que seu portão tenha aparência de madeira nobre, procure um verniz com pigmentação especial.

Escolhendo a cor

Se você escolhe a tinta esmalte, está no caminho certo para ter seu portão protegido. Agora falta a cor. Veja dicas do que cada uma pode representar:

  • Vermelho: estimula movimentos, combate o estresse e a falta de energia e representa entusiasmo, impulso e paixão.

  • Amarelo: traz luz para situações difíceis, tenta harmonizar o todo e representa a cor do sol.

  • Violeta: expressa individualidade, personalidade associada à intuição e dá um tom de mistério.

  • Laranja: denota calor afetivo, equilíbrio da segurança e da confiança e estimula o otimismo, generosidade e entusiasmo.

  • Azul: relembra seriedade e confiabilidade, é a cor da purificação e demonstra poder de quebrar energias negativas.

  • Verde: representa paz, segurança e inteligência, também conhecida como a cor da ação.

  • Branco: remonta à purificação e transformação, reúne todas as cores e sempre é ligada ao amor divino, limpeza e claridade.

  • Preto: indica elegância, sobriedade e denota poder.

Para modelos feitos de ferro

O esmalte sintético é o tipo principal de tinta escolhida para pintar portões de ferro. Outra opção é a automotiva, que custa, em média, três vezes mais caro, mas em contrapartida é mais resistente ao sol e chuva e dura em torno de cinco anos. O esmalte sintético tem uma durabilidade de até dois anos.

A preparação para a pintura faz parte do processo para obter um acabamento satisfatório. O primeiro passo é eliminar qualquer foco de ferrugem com uma escova de aço e depois uma demão de anticorrosivo. Se houverem muitas frestas onde água pode ser acumulada, use massa plástica para corrigir isso. Finalizada essa etapa, lavar com sabão neutro antes da pintura deixa a superfície pronta para receber a primeira demão.

Todo esse trabalho deve ser feito em um mesmo dia para evitar oxidação e acúmulo de umidade.

Quando o portão é grande, o uso de compressor para a pintura é mais indicado. Mas se você está usando esmalte sintético, ao invés da tinta automotiva, a aplicação pode ser feita com rolo de lã ou pincel específico.

Depois de ter passado o fundo, que serve para fixar a tinta no metal, o processo continua com duas ou três demãos. Procure usar entre 10% e 15% de solvente com a tinta. O intervalo entre uma aplicação e outra é de 4 horas (mas esse tempo pode ser maior, por isso verifique orientação do fabricante) e o melhor é fazer o trabalho nas primeiras horas da manhã ou no final da tarde, quando o sol está mais fraco e não vai queimar a tinta.

Para modelos feitos de madeira

A pintura de portões feitos de madeira segue processo bem semelhante aos de ferro. O esmalte sintético é a principal indicação de tinta, mas a opção do tipo automotiva não é tão adequada.

Do mesmo jeito, os que são feitos de madeira também precisam ser preparados para receber acabamento. A lixa entra em ação para eliminar qualquer tipo de farpa e irregularidade da superfície (se for repintura, é preciso retirar todo o verniz ou tinta antiga). Quando há necessidade de corrigir desníveis, existe um tipo de massa própria para a madeira.

Antes do acabamento, é preciso aplicar um fundo preparador para fixar a tinta e lixá-lo levemente.

A primeira demão deve ser aplicada com rolo ou pulverizador e esperar a secagem de acordo com o intervalo indicado pelo fabricante da tinta (em média são 12 horas de descanso). Depois de seco, é preciso usar uma lixa fina para lixar a superfície e ter um acabamento uniforme. Remova todo o pó da superfície antes de aplicar a segunda demão. Em geral, uma terceira aplicação só é necessária para retoques.

Os esmaltes sintéticos sempre necessitam ser diluídos com solventes, na margem de 10%  a 15%, mesmo na pintura da madeira.

Quem quer envernizá-lo, precisa preparar a madeira praticamente seguindo o mesmo processo. O que muda é que a primeira demão funciona como selador e o verniz deve ser diluído com 50% de solvente. Após 12 horas de descanso, é preciso lixar para eliminar farpas que surgem por conta do solvente e fazer a segunda demão, agora diluída com 25% de solvente. Outras duas ou três demãos devem ser feitas, mas com 10% de solvente diluído, de modo que o acabamento fique melhor.

Fonte: ImovelWeb

Encontre-nos no facebook