Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Condomínio economiza R$ 3 mil por mês reaproveitando água descartada por máquinas de lavar

Zelador instalou reservatórios improvisados no final do encanamento dos engates de água

Ao refletir sobre a necessidade de economizar água em meio à atual crise hídrica no Estado de São Paulo, Marcos Paulo de Albuquerque, zelador do Edifício Nathan João, no bairro do Tatuapé, zona leste da capital paulista, resolveu agir. Ele apresentou à síndica um projeto para coletar a água descartada pelas máquinas de lavar dos apartamentos. Após seis meses da implantação da proposta, o condomínio gasta cerca de R$ 3 mil a menos na conta de água.

— A gente estava com uma dificuldade de lavar o pátio e as garagens. Comecei a fazer uma pesquisa do encanamento do prédio e descobri que temos, em cada apartamento, saídas de água exclusivas para os resíduos das máquinas de lavar.

O zelador instalou duas caixas de água no final do encanamento que engloba as saída de “engates de água” dos apartamentos. Hoje, o conteúdo armazenado é utilizado para lavar as partes externas do edifício.

— Usamos mangueira de vap e conseguimos lavar 225 metros quadrados da parte externa, mais duas garagens distribuídas em dois subsolos e a frente do prédio que tem em torno de 50 metros de calçada.

O zelador conta que precisou de apenas um dia para instalar as caixas de água no mezanino e que, com o aval da síndica, conseguiu recursos para executar o serviço, que não precisou de reforma, já que utiliza as próprias estruturas do prédio.

— Estamos tendo consciência sore isso [a crise hídrica] e economizando água. Os moradores ajudam.

O prédio também conta com um poço artesiano que abastece os apartamentos além da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).

Fonte: R7

Encontre-nos no facebook