Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Condomínios devem fazer análise para garantir qualidade da água

Condomínios devem fazer análise para garantir qualidade da água

A análise da água de caixas d’água, reservatórios e poços artesianos é um passo importante para aqueles que desejam garantir a segurança no uso e consumo da água em condomínios. A medida é essencial para manter a qualidade da água e evitar a proliferação de doenças gastrointestinais e também de dengue, leptospirose, esquistossomose e hepatite A.

A água, apesar de ser tratada pelas Companhias de Saneamento conforme padrões estabelecidos pelo Ministério da Saúde, pode sofrer algum tipo de contaminação durante o armazenamento por causa das caixas d’água, que muitas vezes ficam longos períodos sem limpeza ou possuem rachaduras e tampas danificadas.

“Caixas com vedação inadequada ou tampas danificadas podem favorecer a entrada de insetos, ratos, rãs, lagartixas, pássaros e, consequentemente, a presença de fezes destes animais. Estes fatores, aliados à falta de limpeza, contribuem diretamente para a contaminação da água”, explica o diretor-presidente do Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS), Léo Araújo.

Também é preciso atenção com os reservatórios inferiores, principalmente com os que ficam subterrâneos, e com poços artesianos, pois podem ocorrer infiltrações ou acúmulos de resíduos nas paredes. “Esses fatores podem contaminar a água e até favorecer a proliferação de bactérias nocivas a nossa saúde”, acrescenta Léo Araújo.

A recomendação é para que, a cada seis meses, seja feita a limpeza dos reservatórios. Em caso de dúvida quanto à periodicidade da limpeza e forma de fazê-la, o ideal é seguir as orientações da Vigilância Sanitária.

Análise da água
O ITPS orienta que além de limpar o reservatório, é preciso fazer periodicamente a análise de qualidade da água, procedimento que visa identificar a presença de bactérias e elementos nocivos aos seres humanos. Nos condomínios onde existem poços artesianos, a recomendação é analisar não só a água dos reservatórios, mas também a água oriunda do poço.

De acordo com a química do Laboratório de Água do ITPS, Cláudia Xavier, a avaliação garante que a qualidade da água segue os padrões definidos pelo Ministério da Saúde (Portaria 2914/2011). “No teste de potabilidade, a água passa por análises físico-químicas e microbiológicas, que nos permitem observar a presença de bactérias que podem causar doenças, os níveis de salinidade e acidez, além das características visuais da água, pois ela deve ser incolor (sem cor), inodora (sem cheiro) e insípida (sem sabor)”, explica.

Para solicitar a análise da água, é preciso buscar orientações com o Serviço de Atendimento ao Cliente do ITPS, que fica na rua Vila Cristina, S/N, bairro 13 de Julho, ou entrar em contato por meio dos telefones (79) 3179-8087/8081. As informações também estão disponíveis no endereço eletrônico www.itps.se.gov.br. O resultado da análise sai em até 15 dias.

Fonte: G1

Encontre-nos no facebook