Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Confira como utilizar plantas em ambientes fechados

Conheça plantas que podem se desenvolver bem em lugares pequenos, como apartamentos, e escolha a melhor para utilizar na decoração do seu lar!

Existe algo mais charmoso do que levar a natureza para dentro da nossa casa? Nós achamos que não.

Mas será que é possível manter plantas bonitas e saudáveis mesmo em um lugar fechado e, em alguns casos, sem muita luz? Claro que sim! Basta escolher as espécies certas, veja agora dicas para deixar sua casa cheia de vida.

Não só é possível cultivar plantas para ambientes fechados, como faz bem até para nossa saúde ter um contato com a natureza em meio a tanto cimento e cinza que tomou conta das grandes cidades.

Juntamos nesse artigo todas as espécies que se desenvolvem sem problemas em ambientes internos e ainda servem de decoração, confira nossas dicas:

1. Antúrio

O antúrio é uma planta clássica e muito utilizada para decorar lugares fechados. A espécie se dá super bem em vasos, jardins pequenos e é ideal para ambientes fechados porque não se desenvolve com luz solar direta. Portanto, se o seu apartamento tem pouca ou nenhuma luz natural, invista nessa espécie sem medo.

Alguns antúrios podem medir até 90 cm, logo é necessário que mesmo em um ambiente com pouca luz, exista espaço para que ele possa crescer.


2. Begônia

A flor é bem chamativa e tem um quê de buquê de noiva. É ideal para quem aposta em decorações mais delicadas. A melhor opção para cultivar a begônia é em vasos pequenos que podem ser colocados em cima da mesa, no aparador e em outras superfícies.

Por ser uma planta delicada, é preciso ter mais cuidado para cuidar dessa espécie. Cuidados como regar com pouca ou muita água, como adubar e etc.

Outro ponto importante é saber que existem begônias para ambientes externos e internos, então antes de comprar identifique com um jardineiro a opção ideal para ter na sua casa.


3. Aglaonema

Muito comum em países tropicais, é uma das melhores plantas para se cultivar em ambientes sem muita luz. Não exige tanto cuidado com adubos e se mantem viçosa por bastante tempo. O ideal é regar uma vez ao dia.


4. Samambaia

Quem não conhece a clássica samambaia? Impossível não ter em alguma casa que você já entrou na vida. São plantas bem comuns no Brasil e se adaptam a vários ambientes: internos, externos, úmidos, secos, iluminados ou sem luz.

Justamente por essa facilidade de adaptação, não exige tantos cuidados, mas existem especialistas que não indicam manter a samambaia sob a luz direta do sol.


5. Espada de São Jorge

Outro exemplar muito conhecido dos brasileiros, a Espada de São Jorge além de linda carrega uma mitologia. Algumas pessoas acreditam que a planta fornece proteção para o ambiente em que, afastando o mau olhado e a inveja.

Justamente por isso existe o costume de manter a planta sempre próxima à porta da residência, para afastar energias ruins. Falando de características mais cientificas, a Espada de São Jorge é comprovadamente uma planta que purifica o ar e filtra os poluentes do ambiente.


6. Lírio da Paz

Cultivada em ambientes fechados como residências ou escritórios, o lírio é uma planta que não exige tantos cuidados e não precisa de muita luz. Além de ser um exemplar que traz muita beleza para o lugar em que é colocada. Apesar disso, pode ser colocada também em ambientes externos.


7. Palmeira-leque

A planta tem uma beleza exótica e cresce lentamente, o que é ótimo para quem quer plantas para ambientes internos.

Pode ser colocada no hall de entrada, no banheiro, na sala ou na varanda. Para manter a planta saudável, é preciso remover as folhas secas e velhas de tempos em tempos. Também é preciso trocar a palmeira de vaso a cada dois anos mais ou menos.

Ela só não é ideal para ambientes com ar condicionado, então fique esperto com essa característica.


8. Neoregelia

A Neoregelia é uma espécie da família das bromélias, mas diferencia-se pelas folhas mais largas. Encontrada nos países da América do Sul como Brasil, Peru, Equador e Colômbia, a Neoregelia tem uma beleza única e é um ótimo exemplar de plantas que gostam de sombra e umidade.

Aliás, ela vive até melhor se estiver em lugares úmidos e pode crescer em ambientes com luz natural ou artificial.


9. Clorofito

O Clorofito é ideal para quem mora em cidades mais quentes e também não exige tanta luz para crescer. Alguns jardineiros afirmam que o ideal é deixar que a planta receba um pouco de sol uma vez ao dia, mas não há necessidade de manter a planta sob luz direta do astro rei.

A vantagem dessa planta é que, conforme cresce, mudas podem ser tiradas para dar início a uma nova. Apesar de não precisar de muita luz, o Clorofito exige ser regada com certa frequência.

Aproveite as dicas e preencha o seu espaço com vida e energia!

Fonte: http://www.imovelweb.com.br/

Encontre-nos no facebook