Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Controle de pragas para manter a saúde em dia

A aplicação de produtos que inibem o aparecimento de insetos deve ser feita a cada seis meses

Shutterstock
Para reduzir e até impedir o acesso de pragas o recomendável é fazer o controle com uma empresa especializada cadastrada na Vigilância Sanitária
Ratos, baratas, aranhas, formigas, traças são animais indesejados que podem aparecer em qualquer residência e causar uma série de doenças aos moradores. Para reduzir e até impedir o acesso destes bichos às casas é recomendável fazer o controle de pragas com uma empresa especializada em desinsetização e desratização. No Brasil o aparecimento de uma praga pode ter relação com o clima mais quente ou com a higiene do local.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira de Controle de Pragas e Vetores, Rogério Catharino Fernandez, a situação se torna mais preocupante porque o brasileiro tem uma cultura corretiva e não preventiva do problema. “O ideal não é esperar as pragas aparecerem, mas sim fazer o controle de forma planejada a fim de prevenir o problema. Conviver com esses animais é um risco à saúde”, alerta. Ele acrescenta que a empresa prestadora do serviço precisa ser cadastrada na Vigilância Sanitária e, por uma questão de segurança, é função do cliente verificar se ela possui esse registro antes de fazer a contratação. “Apenas as empresas regularizadas podem usar os produtos adequados”, destaca.

O controle e a orientação sobre a utilização de cada produto é feito por um profissional responsável técnico pela empresa. “Se os produtos não forem usados da maneira correta podem apresentar riscos às pessoas e animais domésticos”, salienta. Conforme Fernandez, os produtos utilizados pelas empresas podem ser diferentes em relação à formulação e aos princípios ativos e é função desse profissional definir qual o mais adequado para aplicação em cada ambiente, de acordo com as pragas presentes no local.

O presidente da Associação Paranaense de Controle de Pragas e Vetores, Almir Luiz de Souza, explica que o controle doméstico é definido pela família, mas a recomendação é que seja feito a cada seis meses. “Quando se tratam de áreas de produção, industrialização, armazenamento, comercialização e distribuição de alimentos, a legislação determina que o controle seja feito mensalmente”, orienta.

Ele também alerta para a importância de se contratar uma empresa especializada e regulamentada para fazer o serviço. “Jamais as pessoas devem aceitar que uma pessoa qualquer faça esse tipo de trabalho. Muitas vezes o melhor preço não traz o melhor resultado e se possível o cliente deve falar com o responsável técnico para procurar saber que produtos serão aplicados”, complementa.

Fonte: FolhaWeb

Encontre-nos no facebook