Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Dicas de prevenção e controle de pragas

Saiba como evitar pombos, ratos, baratas, cupins

Pombos

  • Não alimentá-los
  • Dificultar locais de pouso e construção de ninhos, com o uso de telas, por exemplo, ou esticando um fio de nylon no parapeito de janelas, preso com ganchos a 10 cm de altura

Cupins

  • O cupim subterrâneo é o tipo mais grave e difícil de prevenir, porque os ninhos estão muitas vezes distantes do local de ataque, e se reorganizam com facilidade. Para detectar sua presença, verifique se há “túneis” ou caminhos sobre a alvenaria ou outro material
  • Já o cupim de madeira seca não é tão preocupante para o condomínio, porque geralmente ataca uma peça isoladamente. Para prevenir sua presença na área social do condomínios: Proteção da superfície exterior das madeiras com tintas, vernizes ou outras coberturas apropriadas, com o objetivo de tapar frestas e rachaduras onde os cupins possam se alojar
  • Aplicar produto para controle de cupim em todas as superfícies não acabadas dos móveis (entenda por superfície não acabada aquelas que não tem tinta ou verniz – como por exemplo, a parte de baixo e de trás dos móveis, gavetas, etc.), assim como as juntas nas madeiras, seguindo sempre as instruções de uso.Inspeções periódicas em armários, madeiramento do telhado e outras estruturas

Ratos

  • Evitar acúmulo de materiais em garagens, porões, sótãos, telhados, depósitos e armários embutidos
  • Inspeções periódicas nestes locais
  • Manter jardins e canteiros conservados

Baratas

  • Utilização de ralos protetores
  • Evitar acúmulo de materiais
  • Manter jardins e canteiros conservados
  • Manter limpo os ambientes
  • Vedação de frestas

 Fonte: SíndicoNet

Encontre-nos no facebook