Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Escolha a tinta ideal para pintar a sua casa

Ambientes internos e externos do lar merecem atenção especial na hora de passar pela nova pintura.

pintarPintar a nova residência ou mesmo reformar e revitalizar o acabamento interno e externo de sua casa, já desgastado pela ação do tempo e uso, requer muita paciência e certo conhecimento para não entrar nas recorrentes ciladas que este mercado dispõe. Nas lojas especializadas, há uma infinidade tão grande de tintas e produtos para acabamento e pintura que, na maioria das vezes, os consumidores acabam se confundindo na escolha do tipo de material e produto ideal a ser utilizado no serviço.

De fato, o resultado de uma má pintura acaba por comprometer toda a obra. Muitas vezes, isso ocorre porque o tipo de tinta escolhido não foi o ideal para a característica da parede, do ambiente e, conseqüentemente, não irá corresponder ao acabamento esperado.

O consultor da Solventex, José Alves Cintrão, explica: “É muito importante fazer uma pesquisa sobre o tipo de revestimento que desejamos para determinado ambiente para depois escolhermos o tipo de tinta ideal a ser utilizada para este serviço. Muitas vezes, gostamos de um produto, de uma determinada marca, ou escolhemos o item mais caro da loja, mas ele não é o mais indicado para o que precisamos e o resultado final acaba sendo desastroso”.

Cada local requer um tipo diferente de tinta e o acabamento também interfere no resultado. “A versão brilhante não esconde os defeitos da superfície. Em contrapartida, a fosca tem menos resina e por isso a água entra com mais facilidade”, alerta Cintrão.

Recomendadas para ambientes internos, as tintas vinil-acrílicas são ideais para as superfícies de gesso, alvenaria, blocos de cimento, concreto, fibrocimento, massa corrida e massa corrida acrílica, pois possibilitam retoques e podem esconder os pequenos reparos e imperfeições na área a ser aplicada. “Em cômodos onde há um trânsito maior de pessoas, priorize as opções laváveis, como semi-brilho”, orienta Cintrão.

Em alvenaria externa, use o látex acrílico, que além de embelezar as paredes é mais durável e resistente, formando uma camada protetora contra as ações do tempo. O acrílico também tem boa aplicação sobre tijolos expostos, previamente recobertos com fundo preparador.

A escolha da cor é outro fator de fundamental importância para um resultado final satisfatório. “Fazer um teste em uma parte da parede é o mais recomendado. Quando as cores secam, algumas clareiam e outras escurecem o tom”, informa Cintrão.

Fonte: ImovelWeb

Encontre-nos no facebook