Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Informações que evitam problemas

Informações que evitam problemas

Ninguém mais questiona as vantagens de se ter uma imobiliária intermediando a compra, a venda ou o aluguel de imóveis de qualquer natureza. Seja pelas garantias contratuais ou pela segurança jurídica que proporcionam, o fato é que as imobiliárias são o primeiro contato de ligação entre os condomínios e seus futuros ocupantes.

Algumas imobiliárias já perceberam essa conexão e estão começando a fornecer informações básicas para seus clientes sobre o funcionamento do dia a dia de um condomínio, minimizando a questão da falta de orientação, que muitas vezes pode ser bem amarga.

Multas

Os exemplos de problemas causados por falta de informação são diversos: há casos de moradores novos que não conseguiram contatar os síndicos e realizaram mudanças em dias nos quais não era permitido ou fizeram consertos e reformas fora dos horários previstos na convenção do condomínio e foram multados logo nos primeiros dias na casa nova.

“A ação das imobiliárias é um fator bem importante na recepção de novos moradores e auxilia muito no cotidiano do condomínio, afinal, todos teremos uma vida em conjunto e evitar maiores transtornos no começo dessa relação é sempre melhor”, analisa Jaqueline Gomes de Souza (foto acima), que administra dois condomínios em Florianópolis, os quais, juntos, somam 127 unidade e cerca de 430 moradores.

“Realizamos um trabalho muito forte junto às imobiliárias no sentido de repassar informações básicas do condomínio, como o regimento interno, a convenção, os horários permitidos para mudanças e contatos. Estamos criando um manual de boas-vindas, dirigido aos corretores, que será distribuído nas imobiliárias para esclarecer essas questões junto aos profissionais que estão na linha de frente”, completa.

 Qualidade

Na mesma linha segue o raciocínio de Leandro Ibagy, vice-presidente para Locação do Secovi Florianópolis/Tubarão. Ele acredita que de maneira geral as empresas e condomínios estão estabelecendo relações mais próximas.  “Os métodos variam de uma imobiliária para outra, mas a preocupação com as informações transmitidas aos locatários bem como para síndicos e administradoras é crescente.”

Segundo Ibagy, toda a cadeia envolvida na locação ou venda de um apartamento ou sala comercial e a recepção dos novos ocupantes estão interligadas. “Somos prestadores de serviço e devemos ficar atentos à qualidade do trabalho que oferecemos até para nos mantermos no mercado”, completa.

por Cesar Dias

Fonte: CondomínioSC

Encontre-nos no facebook