Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Melhores plantas para ter dentro de casa

Ao decidir criar plantas dentro de casa, alguns cuidados importantes devem ser levados em conta, pois nem todas se adaptam bem ao ambiente caseiro

Algumas espécies de plantas exigem cuidados especiais como o adubo correto, quantidade de água e vezes que você deve regar por semana, o quanto de sol é necessário e se a plantinha pode ir ao sol, entre outros. A saúde da sua planta vai depender, em sua maior parte, dos cuidados que você terá com ela e se o ambiente é adequado para sua criação.

Nem todas as plantas se comportam bem se expostas diretamente ao sol, já outras dependem da luz direta do sol para se desenvolver. Quando falamos de plantas caseiras, você deve conhecer bem o ambiente da sua casa, entender em que horários do dia o sol bate mais forte, em que local da casa suas plantas terão um espaço melhor para crescer com saúde e etc.

A sua rotina também é um ponto que deve ser levado em consideração. Se você passa o dia inteiro fora e tem horários desordenados, opte por plantas que não precisam de um cuidado tão intenso. Listamos abaixo algumas espécies que você poderá criar em casa e que cuidados tomar.

Cactos e Suculentas

Por serem de regiões desérticas, os cactos e suculentas são plantas bastante resistentes à seca e longa exposição ao sol. Essas espécies têm facilidade em reter água, portanto, conseguem se manter saudáveis em climas extremamente secos. Algumas espécies precisam viver em contato com a luz direta do sol. Nesse caso, você pode cultivar os seus cactos e suculentas no parapeito das janelas de casa. Já para as plantinhas que preferem a luz indireta do sol, cultive próximas às janelas, mas não diretamente expostas. Lembre-se que algumas plantas precisam de luz de alguma forma, então não as deixem escondidas nas sombras.

04_05_plantas2

Samambaias

Diferente dos cactos e suculentas, as samambaias são plantas que precisam ser criadas à sombra, em locais com maior umidade e sem luz direta do sol. O local para criação dessa espécie deve ser livre de ventos fortes também, pois ele retira das folhas a camada de umidade que as mantém hidratadas. É uma planta que precisa estar sempre úmida para crescer saudável, então até o vaso deve ser escolhido com cuidado. Vasos de cerâmica podem absorver a água das raízes e desidratar as folhas com mais rapidez, opte por vasos de fibra de coco.

04_05_plantas4

Orquídeas

Orquídeas são plantas com flores que não podem ser expostas diretamente ao sol. Elas precisam de luminosidade, porém nunca em excesso. Para saber se suas plantas estão com saúde, observe a tonalidade das folhas. Se estiverem ficando amareladas, o local está com muita exposição ao sol. Se estiverem escuras, a luminosidade está abaixo do necessário. Observar as folhas ajuda também a tratar possíveis ataques de pragas, quando observar manchas. É preciso ir monitorando para manter tudo belo e saudável. O vaso ideal para o cultivo de orquídea é o de barro, pois ele drena o excesso de água e evita o apodrecimento das raízes.

04_05_plantas5

Lírio da Paz

O lírio da paz é uma planta com fácil adaptação ao clima tropical do Brasil. Ele precisa viver em ambientes com bastante luminosidade, em clima quente e úmido, porém, não devem ser expostos diretamente ao sol, pois o mesmo pode queimar suas folhagens. O ideal é cultivar os lírios com exposição indireta ao sol, protegendo sob a sombra de outras plantas, por exemplo. Durante períodos mais secos do ano é importante que o lírio seja regado um pouco todos os dias para que o solo dele não fique seco.

04_05_plantas1

Begônias

Para um desenvolvimento saudável e adequado, as begônias devem ficar em temperaturas entre 20 e 28 graus e nunca diretamente expostas ao sol. Elas se adaptam bem ao clima tropical, porém precisam de luminosidade e devem ser mantidas longe de salas com ar-condicionado. O excesso de água também deve ser evitado, assim como locais onde a planta pode sentir mudanças muito bruscas de temperatura. O período indicado para regar as begônias é de 4 em 4 dias, apenas umedecendo a terra, as folhas e flores não devem ser molhadas. Vasos com espaços muito limitados podem interferir no desenvolvimento da planta, que troca de flores naturalmente todos os meses. As begônias podem ser encontradas, geralmente, em tons quentes como rosa, amarelo, vermelho e laranja, porém, há espécies na cor branca também.

04_05_plantas3

Violetas

As violetas são algumas das plantas com maior facilidade de serem encontradas. O ideal é que sejam plantadas em vasinhos de barro, pois eles absorvem parte da água não permitindo excessos. Isso permite que as raízes “respirem” com maior facilidade. Luminosidade e circulação de vento são as condições ideais de criação das violetas, que devem ser cultivadas à meia-sombra, sem interferência direta de sol. Os ataques de pragas podem ser comuns, por isso alguns cuidados devem ser realizados. Mantenha suas plantinhas sempre nutridas e sem excesso de água, o mais indicado é manter a terra sempre úmida, porém sem encharcar.

04_05_violetas

Apenas você pode definir qual é a melhor planta para sua casa, com base no seu estilo de vida, disposição para cuidar delas, locais adequados e demais fatores. Plantas trazem alegria e deixam o ambiente muito mais colorido e natural, portanto escolha com sabedoria e cultive com muito amor.

Fonte: ImovelWeb

Encontre-nos no facebook