Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Não faça da música um problema

Para evitar a bronca da vizinhança, moradores que tocam algum instrumento podem investir num home studio

Som muito alto sempre é um assunto polêmico entre vizinhos, e este tema se torna ainda mais delicado quando um deles trabalha com música ou tem uma banda e adora ensaiar no apartamento. Para evitar reclamações e poder tocar em paz, são muitos os profissionais da área musical que recorrem ao isolamento acústico. Mas como funciona? Em quais casos vale a pena?

Segundo Roberto Piernikarz, diretor de uma administradora de condomínios, existe uma lei federal – a de número 3.688, de 23 de outubro de 1941 – que defende e determina que é estritamente proibido perturbar o sossego alheio ou provocar ruídos que prejudiquem a saúde e a segurança pública.

A lei também estipula o horário em que qualquer pessoa deve estar livre de incômodos relacionados a barulho, que é das 22h às 8 horas. Os decibéis, limites de ruídos, também são controlados pela lei. Em São Paulo, por exemplo, o máximo é de 55 decibéis das 7h às 19h e 50 decibéis das 19h às 7 horas.

Isolando o som – O isolamento acústico tem como objetivo evitar que o som reflita nas paredes, teto e chão. Desta forma, o barulho feito não passa de um ambiente para o outro.

Luis Lopes trabalha com isolamento acústico há 13 anos. Iniciou neste ramo quando precisou montar o seu próprio estúdio na casa dos pais, pois costumava ter grandes problemas na hora de tocar bateria. Ele acredita que havia certo preconceito da vizinhança e entende o motivo.

“Ninguém quer perder o sono ou o sossego porque o vizinho está tocando bateria, e nem passar a tarde ouvindo a pessoa do apartamento ao lado produzindo música eletrônica. O isolamento acústico é uma forma de respeito, e é uma solução necessária quando se mora em um condomínio com construções de paredes mais frágeis aos sons. O músico precisa ter noção do som que vaza de seu ambiente e buscar soluções para não prejudicar quem vive a sua volta”, declara Luis.

Quem procura? – Geralmente a demanda por isolamento acústico vem de profissionais da área ou de engenheiros de gravação que buscam um ambiente profissional e que dure anos. Porém, como os home studios não costumam ser fixos, pois as pessoas podem mudar de casa, ou mesmo construir um estúdio fora, eles são mais em conta, necessitando de um investimento mais baixo no começo, e evoluindo com o tempo.

Luis explica que o conceito de um projeto de isolamento acústico é praticamente o mesmo para home studio ou para um estúdio com fins profissionais.

“O que varia é o orçamento de cada projeto e o nível a que cada cliente precisa chegar. Normalmente, em casa, as pessoas buscam o básico para poder começar um trabalho e depois vão para um estúdio mais preparado para finalizar. Mas não existe regra! Existem estúdios de músicos famosos que são do mesmo nível de estúdios gigantes, preparados para todas as etapas de produção sem deixar nada a desejar.”

Os materiais utilizados na construção de um home studio variam, mas normalmente são usadas barreiras acústicas de alta densidade à base de EPDM e rocha basáltica, espumas acústicas, lã de rocha, lã de vidro e dry wall.

Para diminuir ou isolar o barulho 

  • Invista na vedação de vãos, como portas e janelas
  • Coloque uma porta de madeira maciça, que é mais resistentes e superior em relação à acústica
  • Troque os vidros das janelas por outros mais grossos
  • Se as paredes do cômodo forem frágeis a sons, é interessante revesti-las com gesso acústico ou dry wall revestidos com lã de vidro ou lã de rocha
  • Há também o forro de gesso acústico, que é colocado no teto
  • Para o piso, escolha o vinílico ou o emborrachado, que além de ajudar com o isolamento, absorve os impactos

Fonte: iCondominial

Encontre-nos no facebook