Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

O que fazer quando há maus tratos a animais no condomínio?

O assunto sobre animais em apartamentos sempre foi alvo de constantes discussões, seja com respeito à proibição de mantê-los nas unidades, ao barulho que estes animais fazem ou ao perigo que alguns proporcionam aos moradores. Um outro aspecto a ser abordado, no entanto, pouco abordado, especialmente com relação a cães, que deve ser abordado é com respeito aos maus tratos que alguns praticam contra cães.

Não se cale diante da crueldade contra seres indefesos. Animais são seres sencientes, ou seja, são capazes, entre outras coisas, de sofrer e sentir dor. Se você tem conhecimento de algum caso de maus tratos ou desconfia de envenenamento de animais, é importante que se denuncie, pois são animais indefesos, mas antes de proceder com a denúncia, é importante que se tenha total conhecimento da situação, separamos abaixo algumas dicas sobre como ter certeza que é realmente necessário que se denuncie o caso de maus tratos contra animais. Veja:

  • - É importante que avalie a situação antes de proceder com a denúncia;
  • - Há casos, como espancamento ou envenenamento, que requerem intervenção policial e jurídica imediata, ou seja, você deve chamar a polícia e não tentar resolver sozinho;
  • - Faça sua parte, denuncie!

Sendo assim, ao fazer uma denúncia de maus tratos contra animais, não é você quem abrira um processo judicial e sim o Estado. Uma vez concluído o inquérito para apuração do crime, o delegado encaminhara ao Juízo para a abertura de ação onde o autor será o Estado. Dessa forma, com essas dicas você saberá como proceder pois, só com o conhecimento é que se consegue segurança. Se sabemos o que fazer e estamos certos disso, não teremos o temer.

Fonte: SeuCondominio

Encontre-nos no facebook