Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Residência segura durante as férias

O risco de arrombamentos aumenta no período de férias de final de ano, quando muitas pessoas deixam suas residências para viajar. Para não ter nenhuma surpresa desagradável, o SIESE-PR (Sindicato das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança do Estado do Paraná) orienta os consumidores para os cuidados que devem ser adotados, para que desta forma possam pegar a estrada com mais tranquilidade.

Além de alertar os vizinhos mais próximos para ficarem de olho em sua residência, o SIESE-PR diz que nos dias de hoje é indispensável a instalação de sistemas eletrônicos de segurança, como alarmes monitorados, que quando disparados acionam imediatamente a central de monitoramento  para que a empresa encarregada deste serviço tome as medidas necessárias. “Com o aumento da criminalidade, os sistemas eletrônicos de segurança são fundamentais para casas e condomínios, em especial quando os proprietários se ausentam por determinado período. Porém, evite descuidar na hora de escolher a empresa que fará o monitoramento, verifique se é confiável. Uma dica é procurar por empresas que são associadas ao SIESE-PR”, observa o presidente do sindicato, Marcelo Mengatto.

Outra dica importante é para que as pessoas evitem divulgar nas redes sociais que estão em viajem, pois desta forma deixam a casa vulnerável. Uma opção é configurar para que apenas os amigos consigam visualizar as publicações, não deixando aberto para o público.

Marcelo Mengatto reforça a importância da utilização de sistemas eletrônicos de segurança, pois sem eles os bandidos podem entrar e realizar furtos com tranquilidade. Além dos alarmes, o emprego de cercas elétricas e circuito fechado de TV (CFTV) são muito recomendados. O videomonitoramento, que ainda é novidade no segmento, tem sido uma arma importante para a segurança, pois permite que a empresa contratada tenha acesso as imagens de residências e comércios, recebendo alerta em caso de suspeita de assalto, para que possa agir prontamente. Com as imagens, fica mais fácil de se certificar da ação. “Hoje, inclusive, com o sistema de câmeras instalado, o consumidor pode ter acesso às imagens em tempo real através de smartphones e tablets”, comenta.

Neste período, a procura por sistemas eletrônicos de segurança é bem maior que em outras épocas. Em média, o aumento registrado é 15% maior em dezembro, do que em outros meses, segundo o SIESE-PR.

Este setor, que é um dos que mais cresce no país, está aquecido, com crescimento médio registrado nos últimos dez anos de 10%. Nos últimos dados apurados pela ABESE (Associação Brasileira de Sistemas Eletrônicos de Segurança), o setor movimentou cerca de 4,6 bilhões em 2013. O SIESE-PR destaca que o Estado acompanhou o índice nacional de crescimento e registrou o faturamento de R$ 368 milhões no mesmo ano.

Fonte: Paran@Shop

Encontre-nos no facebook