Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Restauração deixa móvel antigo com cara de novo

Quase todo mundo tem aquela mesa ou cristaleira que herdou da avó ou bisavó, que com o tempo vai se desgastando e ficando feia e sem graça. Se os donos já fizeram ao menos uma mudança, então, o desgaste é inevitável. Por isso, quando o lustra-móveis caseiro não funcionar mais, vale investir em uma restauração, até para que o móvel fique mais com a cara do atual dono.

móvel restauradoExistem vários estabelecimentos que fazem mais do que simplesmente lixar e envernizar e realizam restaurações super criativas. O Estudio Gloria, de São Paulo, é um deles. Lá, só entra móvel antigo de verdade e de madeira maciça. O cliente pode trazer uma peça própria ou comprar alguma em exposição na loja. O estilo da restauração fica por conta do gosto do freguês, mas a designer de interiores e criadora do estúdio, Karina Vargas, pode dar uma ajudinha.

“Depois da avaliação do restaurador, podemos ver o que precisa ser feito, se vale a pena restaurar os puxadores antigos ou acrescentar novas peças de vidro ou louça, se as gavetas serão revestidas de tecido ou de que cor ficará o móvel”, afirma Karina. “Faço projetos para interiores e podemos fazer a restauração do móvel isolado ou elaborar um projeto completo de decoração. Aí eu oriento em relação à cor de parede, cortina e todos os detalhes”, completa a designer.

Os clientes podem escolher entre vários de estilos de restauração, desde o básico – que mantém a cor original com tinta e verniz – até um revestimento mais descolado. Segundo Wilka Moura, proprietária e diretora de criação do ateliê Ateliando, também de São Paulo, a laqueação é o método que faz mais sucesso. “Os acabamentos mais procurados são os coloridos diversos com alto brilho. Com esse tipo de acabamento, o móvel ganha outra cara e dá um ar contemporâneo ao antigo”, acredita Wilka.

Na laqueação, uma tinta automotiva é aplicada sobre o móvel com um compressor, em um processo parecido com o utilizado pelas montadoras para pintar carros. Mas, antes de tudo, o móvel é lixado e recebe um isolante que corrige as imperfeições da madeira e cria uma película para que o material não entre em contato direto com a tinta. Em geral, o acabamento laqueado fica bem brilhante, mas existem outras opções para diferentes tipos de cômodos que podem deixar o móvel com uma cara mais antiga, envelhecida ou desgastada. É possível até criar efeitos tridimensionais.

No caso de móveis como sofás e cadeiras, o estofado e as molas danificadas são substituídos e a estrutura, reparada. Para ficar com um ar mais moderno, vale aplicar estampas diferentes em um mesmo jogo de cadeiras, ou ainda, pintar uma peça de cada cor. Para as pernas e encostos de madeira vale a regra usada para restaurar móveis como mesas, escrivaninhas e cristaleiras: lixar, proteger com um isolante ou verniz e pintar.

Fonte: Terra

Encontre-nos no facebook