Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Saiba quais são os aparelhos vilões da conta e como consumir menos energia

Ter consciência de quanto cada equipamento gasta e tomar algumas atitudes pode ajudar a economizar

Com a inflação em alta pressionando o orçamento dos brasileiros, todo tipo de economia é bem-vindo. Cortar gastos é fundamental para aliviar as finanças e, neste ponto, a conta de energia costuma pesar no bolso. Porém, é possível diminuir os custos com a conta de luz. Para isso, é importante ter consciência de quanto de energia cada aparelho consome, principalmente os mais usados no dia a dia, e tomar algumas atitudes que ajudam a reduzir os gastos.

Os cuidados devem começar ainda na hora da compra do aparelho. “O consumidor deve estar atento à etiqueta indicativa de consumo de energia elétrica através do selo Procel”, afirma Ione Amorim, economista do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). Isso porque os produtos apresentam notas de A a E de acordo com a eficiência energética de cada um. Inclusive, é preciso atenção até mesmo para o mesmo produto, porém de marcas diferentes. “Os aparelhos de diferentes marcas e modelos possuem selo indicativo de consumo que pode ajudar o consumidor escolher pelo equipamento e marca que gerar mais economia”, complementa.

 

ar-condicionado
Um dos grandes vilões dos gastos com energia é o ar-condicionado (Foto: Shutterstock)

 

É importante fazer um planejamento em relação ao uso dos equipamentos. Uma dica é ter atenção aos horários de pico de consumo, pela manhã e no início da noite. “Em função da concentração de consumidores com equipamentos ligados, a tarifa reflete no preço do uso nesse período”, esclarece Ione, que acrescenta que outro ponto fundamental é não utilizar vários equipamentos ligados à mesma conexão de tomada e evitar o aquecimento das tomadas.

 

geladeira-organizada
Fique atento com a geladeira (Foto: Shutterstock)

 

Os aparelhos devem ser desligados das tomadas sempre que estiverem fora de uso. “Quando não são usados com frequência, esses equipamentos mesmo desligados consomem energia quando ficam no modo stand-by. O simples ato de desligar da tomada os aparelhos que estão fora de uso, contribui para a redução de 15% do consumo de energia”, ressalta a economista do Idec.

 

agua
O chuveiro elétrico também consome bastante energia (Foto: Shutterstock)

 

Também é preciso ficar atento quanto ao uso de cada aparelho. Algumas atitudes pode evitar o consumo excessivo de energia. O ar-condicionado é um dos principais vilões da conta no fim do mês. Para garantir que o consumo seja mais eficiente, é preciso acertar a temperatura ideal, na casa dos 23 graus. Eleger uma temperatura muito baixa vai fazer com que o aparelho tenha mais esforço e gaste mais. Manter as portas e janelas fechadas e os filtros sempre limpos também ajuda.

 

ferro_de_passar
Fique atento ao uso de cada aparelho (Foto: Shutterstock)

 

O chuveiro elétrico é outro que pesa no orçamento. “Eles são grandes consumidores de energia elétrica e, durante o inverno, também são impactados pelos horário de pico elevando o nível de consumo. Durante as estações menos quentes, deve ser mantido no nível de água menos quente e também contar com banhos rápidos para reduzir o impacto no consumo de energia elétrica e também de água”, explica Ione Amorim.

A geladeira também entra na lista das que consomem bastante energia. “O ideal é evitar a proximidade do equipamento com zonas de calor, como fogão, ou com incidência direta de sol e evitar deixar a porta aberta”, explica a economista. Fazer a manutenção constante das borrachas para que as portas fiquem bem vedadas também é fundamental.

 

dvd
Pode não parecer, mas o DVD também está na lista dos aparelhos que mais consomem (Foto: Shutterstock)

 

Também deve-se otimizar o uso do ferro elétrico. “É bom concentrar o volume de roupas em um dia específico e fora do horário de pico”, esclarece Ione. Em relação à máquina de lavar, o recomendado é colocar o máximo de roupas possível para lavar de uma só vez, lembrando de não exceder a capacidade do equipamento. A iluminação também deve receber atenção e a lâmpada de LED é mais eficiente, já que acende gastando pouca energia.

Veja os eletrodomésticos que mais consomem energia:

 

eletrodomésticos que mais consomem energia
(Foto: Felipe Do Valle)

Fonte: ZAP Imóveis

 

Encontre-nos no facebook