Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Saiba quais são os custos adicionais na hora de fechar um negócio

Se você está planejando comprar um imóvel, prepare-se para os custos adicionais que podem chegar a 5%

Comprar um imóvel não é a coisa mais simples do mundo – aliás, passa bem longe disso. Requer um planejamento financeiro longo, análise com cautela de vários pontos, levar em consideração a taxa de juros e etc. Mas, o que muita gente acaba deixando de lado por achar que será algo “insignificante” são os custos adicionais na hora de fechar um negócio e concluir a compra do imóvel. Para deixar todos a par desses gastos e não ocorrer surpresas na quitação do imóvel, separamos os principais gastos adicionais.

Lembre-se sempre de ter uma reserva ao fechar o imóvel, pois, acredite: não será tão em conta assim como você imagina. As taxas cobradas podem vir até de onde você não imagina. Mas, fique calmo que iremos te alertar contra todas elas e minimizar quaisquer problemas que possam acontecer. Comprar um imóvel é ótimo, mas sempre faça com cautela.

t1

ITBI

Essa taxa é paga ao município e deve ser apresentada na hora de dar entrada na escritura do imóvel. O valor depende muito de lugar para lugar, por isso é difícil crava um número preciso. Geralmente gira em torno de 3 a 5% do valor do bem.

Escritura ou Taxa de Contrato de Financiamento

Quando alguém realiza a compra de um imóvel à vista, será necessário que uma nova escritura seja redigida. O valor dessa taxa é tabelado e também varia de acordo com o preço final do bem, por isso não é possível mensurar o quanto será gasto.

Mas, se você realizou uma compra financiada, o contrato emitido pelo banco irá substituir essa escritura, que também terá uma faixa de preço, de acordo com o valor do bem.

Registro do imóvel

Para que as pessoas consigam fazer a escritura ou a taxa de contrato de financiamento, é necessário fazer o pagamento do Registro do Imóvel. O valor segue o mesmo modelo das outras cobranças e não tem um valor fixado.

Se um imóvel vale 1 milhão de reais, a taxa para o pagamento do Registro do Imóvel será mais cara do que a de um imóvel que vale 500 mil reais, por exemplo.

Fonte: ImovelWeb

Encontre-nos no facebook