Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Salões de festa ganham um novo perfil

Salões de festa ganham um novo perfil

Espaço democrático reservado para realizar comemorações, reuniões e eventos em geral, os salões de festas dos condomínios vêm ganhando destaque especial nos últimos anos. Empreendimentos novos já trazem na planta espaços mais requintados e condomínios antigos estão apostando nas reformas para tornar os ambientes mais funcionais e agradáveis.

Segurança em primeiro lugar

Empreendimento de alto padrão, o Residencial Alameda Domo possui três salões, sendo um salão infantil, um espaço Grill e o salão de festas acústico e com pista de balada. De acordo com a gestora responsável, Tanise Müller, os salões são utilizados para reuniões entre amigos e familiares, festas de batizado, aniversários, até simples churrascos no fim de semana com a família.

“As reservas são feitas antecipadamente via email e não efetuamos reservas com antecedência maior que 60 dias. É feito apenas uma reserva por apartamento, sendo que somente o morador poderá utilizar. Todas estas e outras regras estão especificadas no Regimento Interno do Condomínio”, esclarece Tanise.

Segundo a gestora a maior procura dos espaços é nos fins de semana e em datas comemorativas, porém percebe-se cada vez o aumento de reservas em dias de semana como quarta, quinta e sexta. “Acredito que o aumento de solicitação de uso dos salões se dá pelo fato de eliminar a reclamação de barulho após as 10 horas dentro do apartamento, visto que, muitas vezes é um simples jantar entre poucos amigos”, relata.

Tanise explica que há a cobrança de uma taxa de utilização no valor de R$ 60 que vem acrescido posteriormente na taxa de condomínio dos moradores. “O morador pode pegar as chaves às 10 horas da manhã do dia da reserva e deverá devolvê-la até as oito horas do dia seguinte, esse procedimento é para garantir a limpeza após a utilização e a próxima reserva”, diz a gestora.

Na opinião da administradora, os salões muitas vezes podem ser um transtorno para o síndico e a administração, pois há moradores que abusam do barulho, há convidados que fumam em ambientes em que é proibido por lei municipal e federal, causando transtornos ao próprio morador, por isso, é importante que todas as regras constem no regimento interno, para que sirva de base para notificar o morador infrator.

Entre todas as regras para o uso do espaço, a segurança está em primeiro lugar. Segundo a gestora, todo morador que utiliza o salão de festa e recebe amigos e convidados tem o dever de deixar a lista na portaria, pois o funcionário só irá liberar com nome em lista.

Confraternização

O condomínio Residencial Quincio, localizado no bairro Balneário, em Florianópolis, possui um salão gourmet bem equipado e com capacidade para até 60 pessoas. Revitalizado há dois anos, o espaço também passou a ter uma procura maior. Segundo o síndico Sebastião Rodrigues, o local é bastante utilizado para festas particulares dos moradores, mas em 2013 foi realizado um evento em comemoração aos 10 anos do condomínio, com um jantar de confraternização.

“Às vezes moramos no mesmo prédio e nem conhecemos quem mora ao nosso lado. Apesar de apenas metade dos moradores ter aderido ao evento, foi um momento agradável para integrar e socializar”, relatou o síndico.

Crianças

Adilene Hensel Matias, síndica do condomínio Mirante do Porto diz que a procura pelo salão de festas está crescendo e deverá aumentar depois da reforma.

Adilene Hensel Matias, síndica do condomínio Mirante do Porto diz que a procura pelo salão de festas está crescendo e deverá aumentar depois da reforma.

Situado no bairro Coqueiros, em Florianópolis, no condomínio Mirante do Porto, a procura pelo espaço também está crescendo apesar da estrutura ainda estar sendo melhorada. “Acredito que teremos maior procura depois da reforma que estamos planejando, pois, hoje nosso salão é muito restrito em termos de funcionalidade e conforto. Mas a procura aumentou um pouco em função da chegada de novos moradores com crianças”, relata a síndica Adilene Hensel Matias (foto).

Segurança também é fator fundamental no condomínio. “Temos câmeras filmadoras no salão principalmente para controle do uso correto da mesa de sinuca e também colocamos cerca elétrica para maior proteção, pois já houve ameaça de penetras numa festa”, explica Adilene.

A síndica conta que a maior procura do espaço é para as festas infantis, mas o condomínio também vem realizando eventos de socialização entre os moradores e vizinhos da região. “Em 2013 realizamos uma festa junina e convidamos todos os vizinhos da rua para nos conhecermos melhor. A adesão foi muito boa, reunimos cerca 60% dos moradores do condomínio e 10 famílias de prédios vizinhos. Teve fogueira, dança de roda, pescaria para as crianças e comidas típicas”.

Ela conta que além desse evento, o condomínio também organizou uma feijoada para celebrar o início do inverno, um sarau aberto aos moradores, familiares e amigos. “E por fim, temos a tradicional festa natalina, em que temos 70% de adesão”, diz a síndica.
Adilene explica que as regras para utilização do espaço estão descritas no regulamento interno.

“Tentamos conscientizar os moradores de que o salão é uma extensão de suas casas. Mas nunca chegamos a atingir 100% de cumprimento das regras, principalmente quando utilizados pelos adolescentes”, comenta.

Mas apesar dos contratempos Adilene conta que em seis anos como síndica, teve somente duas reclamações de barulho no salão. “Em geral temos um bom relacionamento entre os vizinhos e estamos sempre fomentando o bom relacionamento baseado no respeito aos direitos de cada um. Procuro tomar as decisões mais delicadas junto com os conselheiros e qualquer investimento passa por aprovação em Assembleias. Temos também uma caixa de sugestões na recepção e o e-mail está sempre disponível para resolver questões individuais de cada morador”, explica.

Uma grande família

Localizado no bairro Trindade, em Florianópolis, no condomínio Arquipélago, o salão de festas também é usado com agendamento antecipado. De acordo com a síndica Lionete Machado Gnecco, como o espaço é equipado com tudo que é necessário para eventos sempre houve uma grande procura. “O uso é cobrado à parte e está regulamentado na Convenção e no Regulamento Interno e para garantir a segurança de todos, fazemos a identificação dos convidados na portaria do condomínio”, explica a síndica.

 No Residencial Arquipélago sempre há confraternizações entre os moradores. “O condomínio é uma grande família”, diz a síndica Lionete Machado Gneccos.

No Residencial Arquipélago sempre há confraternizações entre os moradores. “O condomínio é uma grande família”, diz a síndica Lionete Machado Gneccos.

Lionete relata que entre os eventos mais comuns estão os encontros familiares e aniversários, mas além dos eventos comuns, também são realizadas várias confraternizações entre os próprios moradores e que são incentivados pela síndica. A administração junto com um grupo de moradores fazem diversas atividades como churrascos, festa junina, festa das crianças, festa de Natal, hallowen, copa do mundo. “Sempre temos muitas atividades e desta forma, tornamos o condomínio uma grande família”, diz.

Novo nicho

O uso dos salões está tão em alta que novos serviços têm surgido no mercado para atender esta clientela. Possibilitando comodidade aos moradores de edifícios, prestadores de serviços de diversos segmentos têm oferecido opções para incrementar e inovar os eventos condominiais. Aluguel de brinquedos, atividades de entretenimento para crianças e adultos, serviços de buffet, sonorização, iluminação, locução, DJ e outros, fazem parte do leque de opções disponível.

Acostumando a atender festas de empresas com os serviços de gincanas, festas temáticas, confraternizações, lançamentos de produtos, treinamentos, o empresário Carlos Brasil viu no segmento de condomínios um nicho de mercado lucrativo. Segundo o profissional, o “serviço especializado caiu no gosto dos moradores de condomínio, que por um preço acessível podem ter um evento diferenciado”, esclarece.

Com o aumento da demanda por atividades nos condomínios, Carlos passou a oferecer novos serviços como, por exemplo, especialistas em coquetéis, massagistas, artistas circenses, profissionais gourmets e outros. Para novembro e dezembro, por exemplo, o prestador de serviços conta que estarão trabalhando com uma banda natalina para apresentações nos condomínios.

Composta por sete músicos, o grupo levará música para crianças e adultos. “Se um morador não pode descer até o salão de festas vamos até ao apartamento, pois a emoção não tem idade e limites”, conclui o empresário.

Fonte: CondomínioSC

Encontre-nos no facebook