Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Síndico profissional se organiza para gerir mais condomínios

 

Gestor conta como chegou a 17 clientes em seis anos

 

Gestor conta como chegou a 17 clientes em seis anos

Aliar confiabilidade, capital humano e tecnologia. É esse o “pulo do gato” do síndico, Fulvio Stagi, 44.

O síndico profissional, antes de pensar nessa carreira, já trabalhava na área: cuidava da contabilidade de diversos empreendimentos de sua cidade, Resende, no Rio de Janeiro.

Fulvio e sua família tem história na contabilidade da cidade: seu pai tem um escritório já há 60 anos.

“Isso com certeza me ajudou, já que a família era conhecida pelos anos de serviços”, explica ele.

Capacitação em áreas administrativas e técnicas

Há seis anos, porém, ele viu a oportunidade de administrar os condomínios da cidade. Passou três anos trabalhando na área de contabilidade e investindo na sua formação para atuar como síndico profissional.

“Foi um período bastante intenso de preparação. Ia muito à São Paulo, participava de diversos cursos, workshops, eventos sobre gestão condominial. Queria entender bem como a coisa funcionava”, argumenta Fulvio.

Ele conta que também fez todos os cursos online do SíndicoNet.

Além da parte de gestão, o profissional se interessou bastante pela área técnica. Então fez cursos de manutenção de CFTV, interfones e portaria.

“Acho importante conseguirmos entender o que um fornecedor está falando, até para acompanhar bem o trabalho dele”, pesa Fulvio.

Foi em 2013 que a dona de um empreendimento comercial o chamou para administrar, como síndico profissional, seu primeiro cliente.  No ano seguinte, conquistou o segundo. Hoje, ele chegou a 17 condomínios como síndico profissional.

Como atender vários condomínios como síndico profissional
Fulvio Stagi

O gestor acredita que o diferencial para alcançar esse grande número de clientes foi conseguir aliar uma administração enxuta com uma boa equipe e também fazer uso da portaria remota.

O perfil da maioria dos condomínios da cidade foi o que permitiu o uso, em larga escala, dessa tecnologia, que é mais indicada para empreendimentos de pequeno porte com até 40 unidades.

“Hoje, 15 dos 17 empreendimentos que cuido como síndico profissional contam com portaria virtual. Consegui provar junto às construtoras da cidade que um bom gestor aliado a tecnologia consegue trazer ótimos resultados no dia-a-dia, além da economia mensal”, comenta ele.

Esse contato com as construtoras locais foi um dos grandes diferenciais para a carreira de Fulvio.

“Ter um bom trânsito nessas empresas pode ajudar muito um síndico profissional”, explica.

EQUIPE

Hoje, para auxiliá-lo, Fulvio conta com uma equipe de cinco pessoas. Entre eles, uma focada apenas em manutenção.

“Quando uma bomba para de funcionar de noite, o morador não quer saber o que aconteceu, se a loja de material de construção está aberta ou fechada. Ele quer poder tomar seu banho depois de um dia de trabalho. Ter essa agilidade no atendimento é fundamental”, acredita ele.

Por isso, além do manutencista, Fulvio conta com um pequeno estoque de peças mais requisitadas, justamente para usá-las em emergências.

Reeleição como estratégia

Um problema enfrentado por muitos síndicos profissionais é seguir no cargo após o término da primeira gestão.

Fulvio tem conseguido se manter nos empreendimentos onde trabalha. Para ele, é fundamental que os gestores se adequem ao perfil de cada empreendimento, evitando uma “administração padronizada” ou a ideia de “revolucionar o condomínio na primeira oportunidade”.

“Se você está gerindo um condomínio onde há uma maioria de pessoas mais velhas, com funcionários superantigos, onde os porteiros são queridos pelos moradores, não adianta implantar portaria virtual. Vai gerar economia, mas não é o perfil do local”, pesa ele.

Administradora de condomínios

Fulvio não trabalha apenas como síndico profissional. Ele é também gestor condominial em outros 19 condomínios.

“Nesses locais não sou síndico, cuido da contabilidade e de outros detalhes, mas não sou o responsável legal pelo condomínio”, esclarece.

Conselho para síndicos que queiram seguir carreira

Para quem quer começar a carreira de síndico profissional, a dica de Fulvio é estudar bastante.

“Fazer cursos e ir a eventos é importante para se aprofundar no mercado e conhecer as pessoas. Isso, com certeza, vai fazer a diferença no seu futuro”, aposta.

Outra sugestão para síndicos novatos e experientes são cursos de mediação.

“Saber mediar bem conflitos hoje é fundamental para uma boa gestão. Lidar com as pessoas é, de longe, a parte mais desafiadora da administração de condomínios. Ter uma boa base para fazer isso também é um diferencial”, argumenta.

Fonte: SindicoNet

Encontre-nos no facebook