Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Whatsapp com a Duplique Desembargador!

Veja algumas dicas sobre extintores de condomínio

Solange Rifiski, da Win Líder Extintores compartilha algumas dicas sobre a manutenção dos extintores de condomínio.

Veja algumas dicas sobre extintores de condomínio
Extintores de condomínio

Todos os condomínios sejam eles residenciais ou comerciais, de pequeno ou grande porte, precisam ter extintores fixados em diversos locais no seu interior.

Além de ser um item de segurança indispensável, sua presença é obrigatória por lei e caso o condomínio não possua, ou esteja com a manutenção atrasada, o síndico será responsabilizado por negligência.

Os extintores devem ser recarregados anualmente – somente os de CO2 necessitam de uma inspeção semestral e recarregados se for preciso. Depois de serem devidamente recarregados, eles recebem um selo do Inmentro com a data do próximo vencimento fixado no objeto. Isso garante que a manutenção do extintor foi realizada por uma empresa credenciada pelo órgão.

As mangueiras também precisam passar por uma por uma inspeção na hora da vistoria para troca ou recarga dos extintores. Porém, o teste hidrostático deve ser feito somente a cada cinco anos.

Veja mais algumas dicas sobre os extintores de condomínio na entrevista abaixo, com Solange Rifiski, da empresa Win Líder Extintores.

Viva o Condomínio: Quais são os principais cuidados que devemos ter com os extintores de condomínio?

Solange Rifiski: Verificar mensalmente todos os extintores; eles devem estar com o manômetro na faixa verde (faixa de operação), caso contrário avisar a empresa para recarregar.

Qual a periodicidade da troca dos extintores?

Anualmente. Embora os extintores de CO2 precisem de vistoria a cada seis meses.

Recarga ou troca, o que você recomenda?

A recarga é indicada quando o número de extintores for elevado. Já a troca recomenda-se para quando for abaixo de 10 cilindros.

O que ficar atento na hora da manutenção dos extintores do condomínio?

Escolher a empresa não pelo preço praticado, mas sim pelo histórico, pela transparência, a qualidade, a responsabilidade e a idoneidade. São essas características que asseguram um bom serviço.

Como identificar que está na hora de recarregar, trocar ou efetuar a manutenção dos extintores do condomínio?

Verificando a data de validade dos equipamentos impressa nas etiquetas com o selo do Inmetro.

Com relação às mangueiras, o que deve ser observado na hora da manutenção?

A manutenção é obrigatória e deve ser feita anualmente, conforme prevê a norma, acompanhando os testes, visitando a empresa e verificando se de fato é feita a manutenção conforme a norma.

Em média como ficam os custos para a troca ou a recarga dos extintores do condomínio?

Os custos de recarga para o pó do extintor de 4 kg giram em torno de R$ 20,00 cada e de R$ 10,00 a mangueira hidrante.

Por fim, nos dê mais algumas dicas sobre como escolher a empresa correta para efetuar a manutenção dos extintores de condomínio.

– Escolha a empresa pela qualidade dos serviços prestados, pela responsabilidade e transparência. Não somente pelos custos.

– Visite a empresa, conheça todos os processos, como é feita a manutenção nos extintores e mangueiras, quando e porque é necessária a substituição de peças.

– Não permita que o condomínio seja enganado ou explorado pela falta de conhecimento; todo serviço bem feito com qualidade e segurança tem preço.

– Contrate uma empresa parceira  e  não apenas um prestador de serviço temporário e ocasional. Isso pode possibilitar uma boa margem de negociação para o condomínio

Fonte: Guilherme de Paula Pires | Redação Viva o Condomínio | https://vivaocondominio.com.br

Encontre-nos no facebook