Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Veja como evitar que cães e gatos destruam os móveis da casa

Cães e gatos são carinhosos, brincalhões, divertidos e uma ótima companhia para o homem. No entanto, se o dono não tomar certos cuidados, eles podem causar um enorme estrago em móveis, estofados e eletrodomésticos. Veja a seguir algumas dicas para evitar que isso aconteça.

cachorro destruidorUm dos problemas mais comuns relacionados aos gatos é que eles costumam arranhar ou morder os móveis, afirma Paulo Rodrigues, gerente da Mercearia do Animal, loja paulistana especializada em bichos de estimação. “O gato, por ser um felino, tem uma necessidade natural de se alongar e afiar suas unhas. Se faltar um objeto adequado para isso, ele fará instintivamente em coisas que encontrar dentro de casa”, explica Rodrigues.

Para evitar que isso aconteça, ele recomenda que o dono adquira um arranhador de sisal ou deixe caixas de papelão para que o gato se exercite. Para direcionar a atenção do bichinho para estes objetos, pode-se usar um produto chamado catnip, que emite um cheiro que atrai o gato para brincar em locais determinados pelo dono.

Outro problema recorrente com cães e gatos é que eles costumam urinar em determinados locais para deixar seu cheiro e demarcar aquele território. A melhor solução para evitar isso é educar os animais a urinar em lugares adequados. “O cachorro, por exemplo, se for levado para passear sempre nos mesmos horários, irá se segurar para fazer suas necessidades na rua”, ensina o gerente da Mercearia do Animal.

Porém, se apesar destas recomendações eles urinarem em algum estofado, Rodrigues indica que o ideal é lavar bem a peça e utilizar um eliminador de odores específico para animais, que ajudará e retirar o cheiro desagradável do local. “Também existe um repelente que pode ser usado para afastar osgato arranhando animais de móveis. E todas as vezes que eles fizerem algo errado, o dono pode demonstrar isso repreendendo-os ou borrifando um pouco de água para que eles aprendam”, diz Rodrigues.

Finalmente, os filhotes de cães e gatos também têm o costume de morder objetos, incluindo fios elétricos. Para combater isso, é importante utilizar canaletas que escondam e protejam a fiação dos eletrodomésticos, evitando assim que os equipamentos sejam danificados e que os animais se machuquem levando um choque.

Fonte: Terra

Encontre-nos no facebook