Entre em contato por e-mail

Confira nossos artigos e notícias

Conecte-se no Twitter com a Duplique Desembargador!

Download de aplicativos (como o Adobe Reader) e modelos de documentos e formulários

Acompanhe a evolução dos condomínios da Duplique Desembargador!

Conecte-se no Facebook com a Duplique Desembargador!

Conecte-se no Google Plus com a Duplique Desembargador!

Veja ideias para montar um quadro de lembranças e usar na decoração

Fotos e objetos que contem histórias podem dar vida a um quarto ou corredor.

Já pensou em organizar aquelas fotografias e lembranças da família e deixar tudo à vista na decoração?

Para o arquiteto Augdan de Oliveira Leite, o uso de um quadro de lembranças com a história dos moradores é bastante interessante, mas deve se restringir à área íntima da casa, na passagem do corredor para os quartos ou até mesmo no quarto.

Fotos de família

Quadros com lembranças da família ficam bem nos corredores da casa (Foto: Reprodução – Houzz)

A dimensão vai depender da quantidade de objetos que se pretende colocar. Em um corredor pode ser usado, inclusive, em uma parede inteira, segundo o arquiteto.

“Na sala eu não acho que fica bom e pode ser até desagradável e cansativo ficar mostrando objetos e fotos que interessem apenas para a família. Mas na área íntima é uma boa opção e pode trazer ótimas recordações”, opina.

Quadro de lembranças do bebê

É possível criar um quadro de lembranças dentro de uma caixinha de vidro com moldura (Foto: Reprodução – Pinterest)

Segundo Augdan, esse tipo de quadro ainda é pouco usado. Mas eles podem ser feitos, por exemplo, de cortiça. “Você pode comprar a cortiça e mandar emoldurar e depois ir pregando com alfinete as recordações”, sugere. Também é possível fazer em um quadro de avisos.

A ideia que ele considera mais interessante é a de uma moldura grande com várias fotografias, cartões, convites e quadrinhos de coisas que foram significativas na vida da família. “É possível também colocar objetos dentro de uma caixinha alta e com vidro dentro da moldura. Dá para expor várias lembranças, itens bem representativos como um sapatinho de bebê ou um bordado que a avó fez. A mistura de objetos com fotografias antigas é muito bacana e dá a ideia de um relicário”, conclui.

Fonte: ZAP Imóveis

Encontre-nos no facebook